O Rabaça

 
Em 1980, João da Ponte Rabaça, abria uma taberna para servir vinho caseiro e petiscos aos frequentadores do Porto dos Carneiros, na Lagoa. Juntou-se uma clientela fiel aos paladares do Rabaça que não lhe largava a porta, a tal ponto que o espaço já não dava.
Em 1990 Rabaça decidiu melhorar o espaço para melhor receber os seus clientes. Sempre acolhedor mas mais funcional, começou a atrair gente de fora que foi passando palavra. Hoje, o Rabaça mantém-se fiel aos seus primeiros dias: petiscos, enorme variedade de pratos de carne e, o mais importante, peixe sempre fresco, vindo do porto em frente – 100 passos, ida e volta. Tudo preparado numa cozinha competente e com um serviço que mantém a alma da casa.
Bem vindos ao Rabaça.